Na transmissão ao vivo feita na noite desta terça-feira (18) nas redes sociais, o presidente eleito Jair Bolsonaro (PSL) negou que sua esposa, Michelle Bolsonaro, tenha a intenção de retirar as obras sacras expostas no Palácio da Alvorada por ser evangélica. A informação havia sido noticiada no jornal Folha de S. Paulo nesta semana.

“Mentira. Na minha casa tem uma imagem de Nossa Senhora Aparecida. Ela não falou absolutamente nada. Eu sou católico, ela é evangélica. E nos respeitamos. É assim que tem que ser. Não existe conflito religioso. Somos cristãos. Temos Deus acima de todos. Lamentavelmente é mais uma da Folha de S. Paulo. Eu queria avisar alguns órgãos de imprensa que já acabaram as eleições. O objetivo é desgastar? Tudo bem. Mas acho que esse tipo de jornalismo não é produtivo para o Brasil”, afirmou.

Bolsonaro ainda criticou outra reportagem que dizia que Michelle havia feito compras em uma butique de grife em um shopping. “Notícias plantadas que ficam por isso mesmo”, lamentou.

O presidente eleito concluiu pedindo “desculpas” aos seguidores por não conseguir permitir a presença de todos em sua cerimônia de posse no dia 1° de janeiro. “Muita gente está pedindo convites. Joguei pra mão da minha assessoria. Não tenho condições. É uma quantidade enorme. Lamento, mas não tenho como atender.”

1 COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here