Depois de um intenso trabalho de averiguação e diligências, a Polícia Militar de Candói conseguiu elucidar o roubo de um caminhão carregado com soja, fato registrado na tarde de quarta-feira (4) no Distrito da Paz.

Na ocasião, dois homens armados e encapuzados renderam o motorista, que foi amarrado e deixado no meio de um matagal. O roubo aconteceu por volta das 16h30 e a vítima só conseguiu avisar a Polícia Militar as 19 horas, depois de se livrar das amarras.

Na primeira averiguação, a PM constatou através das câmeras de monitoramento que o caminhão teria seguido sentido a Guarapuava. A partir de então, descobriu que a carga roubada teria sido descarregada em uma cooperativa de Candói e que os responsáveis fariam a venda nesta quinta-feira (5).

Nas primeiras horas da manhã, uma equipe fez o monitoramento da cooperativa e flagrou os suspeitos pouco depois das 9 horas. Juraci Rigil e Soeli Aparecida Vaiz chegaram em uma Pick Up Corsa para negociar a venda da carga roubada e acabaram presos. Ambos foram encaminhados ao Destacamento da Polícia Militar para confecção do boletim de ocorrência.

Juraci chegou a fazer ameaças aos PMs dizendo que ia resolver a vida deles na audiência de custódia, insinuando que não tinham provas contra ele. No entanto, a PM descobriu que Juraci já responde por um assalto um Pitanga, onde chegou a trocar tiros com a polícia. Soeli informou que o caminhão teria sido abandonado em Reserva do Iguaçu pelo terceiro envolvido no assalto, porém não foi encontrado até o momento. A polícia também não conseguiu encontrar o outro suspeito. O casal Juraci e Soeli, que moram em Pinhão, foram encaminhados à 14ª SDP de Guarapuava para os procedimentos.