Nem a presença de policiais intimidou um homem de ameaçar a ex-companheira de morte, em Guarapuava. No momento da ameaça, o homem, que não teve o nome divulgado, estava detido por agressão, também à ex-companheira, na 14ª Subdivisão Policial na presença de policiais e do investigador de plantão.

O caso foi registrado às 20h, nessa quinta feira (12), quando uma equipe de policiais militares foi até o bairro Cascavel para atender um caso de violência de gênero. A agressão começou na saída do trabalho da vítima, que trabalha no mesmo local do agressor. Eles tiveram um relacionamento amoroso e estavam separados há duas semanas, segundo o relatório da PM.

O homem agrediu a mulher com tapas no rosto e empurrões. A vítima chamou o irmão, que a levou para casa. Lá, o homem voltou a aparecer e agredir a vítima. Populares e também o irmão da mulher entraram em luta corporal com o agressor para defendê-la.

A vítima realizou representação contra o agressor na 14ª SDP, momento em que começaram as ameaças de morte. Segundo o relatório da PM, o homem teria, também, ameaçado de morte o irmão da vítima. Ele foi preso.