Um homem foi preso preventivamente nesta quarta-feira (5), suspeito de estuprar a própria neta, de 11 anos, na zona rural de Rio Branco do Sul. O crime foi descoberto quando a vítima, que já havia sido abusada pelo pai, contou a situação para a professora e para a mãe, que procurou a polícia para fazer a denúncia.

De acordo com a polícia, os abusos começaram no mês de junho, mas somente em agosto a mãe soube do caso e procurou a delegacia. “Quando tinha oportunidade, o avô levava a neta até uma mina próxima a sua residência e praticava o crime. A mãe também informou que quando criança havia sofrido abusos pelo pai”, relatou o delegado responsável pelo caso, Rafael Bacelar de Souza.

O homem negou que tenha cometido os abusos e permanece preso na carceragem da Delegacia de Rio Branco do Sul à disposição da Justiça. A polícia aguarda os laudos da criminalista para concluir as investigações.