A Polícia Militar foi chamada para atender uma ocorrência na Rua dos Simões, Bairro Novo Horizonte, onde um jovem havia sido vítima de golpes de foice e que o autor permanecia agressivo no local.

Diante do fato, a equipe iniciou o deslocamento para o referido bairro, sendo que logo em seguida foi informado novamente que a vítima havia sido socorrida por populares os quais conduziram o mesmo ao hospital, contudo como a equipe já estava próximo do bairro, foi deslocado até o local onde foi conversado com uma mulher, a qual possuía um hematoma no olho esquerdo. Os policiais perguntaram sobre o que havia ocorrido, a mesma relatou que possui um relacionamento amoroso com um homem, e segundo ela, no dia anterior após ele ingerir bebida alcoólica ficou agressivo, vindo a lhe desferir um soco no olho esquerdo causando-lhe a referida lesão. Os policiais indagaram sobre o motivo pelo qual não havia solicitado a equipe após ter sido agredida, sendo que a mesma disse que não solicitou a Polícia porque tem “medo do seu namorado, porque ele é meio loco”, e que após lhe agredir, arremessou uma pedra contra o vidro da janela frontal da residência, vindo a danificar a mesma. Ela relatou ainda que ontem de manhã por voltas das 06h10min, seu filho foi até sua residência e ao ver o que tinha acontecido e vendo o estado de sua mãe, resolveu tirar satisfações com ele, sendo que ambos começaram a discutir, então em determinado momento o homem apanhou uma foice e começou a golpear seu filho, sendo que após as agressões, o acusado empreendeu fuga tomando rumo ignorado, já seu filho foi socorrido por populares e encaminhado ao Hospital Policlínica Chopinzinho para atendimento médico.

Em continuidade a equipe orientou a senhora quanto aos procedimentos cabíveis e iniciou buscas com o intuito de localizar o autor, porém não foi logrado êxito, sendo informado ainda por populares que o autor havia empreendido fuga para uma mata existente próximo ao local, populares estes que preferiram não identificar-se por receio de sofrerem represarias pois afirmam que o autor das agressões é uma pessoa perigosa. Na sequência a equipe deslocou ao Hospital para verificar o estado de saúde da vítima, o qual estava consciente e apresentava lesões em ambos os braços, passando por atendimento médico, sendo indagado acerca dos fatos, o qual confirmou a versão de sua mãe, sendo o mesmo orientado sobre os demais procedimentos cabíveis.

Em continuidade foi confeccionado o Boletim de Ocorrência e encaminhado a Policia Civil para os demais procedimentos cabíveis.