Secretaria de Estado da Educação (Seed) abriu as inscrições para o Processo de Seleção Simplificado (PSS) que vai contratar ao menos 10 mil professores, pedagogos, guias-intérpretes e tradutores e intérpretes de Língua Brasileira de Sinais (Libras) para atuar nas escolas estaduais do Paraná em 2018.

A inscrição é gratuita e pode ser feita até as 18h do dia 12 de janeiro pela internet, diretamente no site do PSS.

Os cargos são divididos entre os 32 Núcleos Regionais de Educação (NREs), de acordo com a necessidade de cada regional. Os profissionais também poderão atuar em escolas de Educação Especial que firmaram termo de colaboração com a Seed.

O processo seletivo
O PSS não contará com provas escritas, e a seleção será feita com base em informações como escolaridade, aperfeiçoamento profissional e tempo de serviço, de acordo com o edital 72/2017.

A comprovação de títulos deve ser feita pelos candidatos quando convocados.

A relação provisória de classificados será publicada no dia 16 de janeiro, após as 16 horas, no portal da Seed. Já o resultado final, deve ser divulgado no dia 23 de janeiro, quando também começa a convocação para a comprovação dos títulos.

As aulas de 2018 começam após o Carnaval, em 19 de fevereiro. Os profissionais da Educação retornam ao trabalho um pouco antes, nos dias 15 e 16, para as capacitações da Semana Pedagógica do primeiro semestre letivo.

Protesto contra redução do salário

Professores e funcionários da rede estadual de ensino protestaram, no dia 18 de dezembro de 2017, em várias cidades do Paraná contra o salário anunciado pela Seed para o PSS 2018. Os manifestantes chegaram a ocupar o hall de entrada do Palácio Iguaçu, em Curitiba, e só saíram do local depois que o governo marcou uma reunião com a categoria.

Segundo o Sindicato dos Trabalhadores em Educação Pública do Paraná (APP-Sindicato), os vencimentos para as novas contratações apresentam redução de 13% a cada hora trabalhada, se comparado às últimas contratações. A porcentagem equivale a R$188,10 a cada 20 horas de trabalho.

Em nota, a SEED informou que os funcionários contratados ao longo de 2018 através do PSS receberão vencimento mensal de R$ 3.281 (R$ 2.445 de salário e R$ 826 de auxílio-transporte) e que o valor está acima do piso nacional para o magistério.

Após a manifestação, foi criado um grupo de trabalho para discutir as alterações solicitadas pela categoria no edital do PSS.

Em 21 de dezembro, a APP-Sindicato protocolou um pedido de impugnação do edital 72/2017. Segundo o sindicato, até a publicação da reportagem, não havia alteração no edital em relação aos vencimento, e uma nova reunião do grupo de trabalho deve ser realizada, ainda sem data definida.

Os cargos são divididos entre os 32 Núcleos Regionais de Educação (NREs), de acordo com a necessidade de cada regional (Foto: Seed/Divulgação)