Uma delegação da Associação Chapecoense de Futebol, entre comissão técnica, atletas e familiares, participou de uma audiência com o Papa Francisco nesta quarta-feira (30), no Vaticano. Na oportunidade, o pontífice saudou aos visitantes, a quem desejou “prosperar na sabedoria que vem de Deus a fim de que possam comunicar aos outros a sua doçura e o seu amor. Desça sobre vós e suas famílias a abundância das suas bênçãos”. A informação é da Rádio Vaticano.

Na delegação, além do técnico, grande parte dos reservas e alguns jogadores titulares, estavam Jackson Follman e Alan Ruschel, sobreviventes do trágico acidente do voo com a Chapecoense ocorrido em 29 de novembro do ano passado que vitimou 71 pessoas – principalmente atletas do time de Santa Catarina.

Alan Ruschel já está de volta aos gramados e nesta sexta-feira (1º) estará em campo junto à equipe para disputar um amistoso beneficente contra o Roma, no Estádio Olímpico. A relação entre os dois clubes ficou muito próxima depois da tragédia do ano passado, já que o Roma teria sido um dos únicos clubes do exterior a oferecer ajuda concreta ao Chape, além do Barcelona.

Em entrevista à Rádio Vaticano, o presidente da Chapecoense, Plínio David de Nês Filho, comentou sobre o apreço e a solidariedade do papa com a equipe. “É uma manifestação muito humana por parte da Sua Santidade receber a nossa agremiação, que sofreu um grave acidente e que ainda se recupera daquelas feridas. Recebemos a bênção de um papa que tem no seu coração o amor, o carinho e a dedicação para com as pessoas, um ser humano de inigualável grandeza, que recebeu um time de futebol em reconstrução. Nada mais justo de agradecermos e fazermos neste momento uma oração por todos neste dia, que é uma dádiva para todos nós.”

Jackson Follmann e Alan Ruschel, sobreviventes do acidente da Chape, recebem a bênção do papa / Foto: Rádio Vaticano