Apesar de inédita, não surpreendeu a convocação de Ismaily para o lugar do lesionado Alex Sandro na Seleção Brasileira. O lateral-esquerdo do Shakhtar Donetsk foi observado in loco pelo técnico Tite e pelo coordenador Edu Gaspar em dezembro do ano passado e voltou a ser acompanhado há algumas semanas pelos analistas Fernando Lázaro e Matheus Bachi. Ele integrará o grupo que enfrentará Rússia e Alemanha nos amistoso de 23 e 27 de março, respectivamente.

Nascido em Ivinhema, Mato Grosso do Sul, Ismaily tem 28 anos e passagem de pouco destaque pelo futebol brasileiro. O jogador se transferiu ainda jovem, aos 19 anos, a Portugal e, em 2013, foi contratado por 4,5 milhões de euros pelo Shakhtar.

Desde então, consolidou-se como titular da lateral-esquerda da equipe ucraniana e angariou a primeira convocação à Seleção justamente no momento mais importante possível, a poucos meses da Copa.

Tricampeão ucraniano e da Copa da Ucrânia, Ismaily faz boa temporada no Shakhtar. São 32 jogos como titular e quatro gols marcados. Oito destas partidas foram pela Liga dos Campeões da Europa, incluindo as duas contra a Roma, pelas oitavas de final, que foram acompanhadas in loco por Fernando Lázaro e Matheus Bachi – o time ucraniano fez confronto duro, mas foi eliminado na Itália.

No último domingo, o lateral-esquerdo marcou um dos gols da vitória do Shakhtar por 3 a 0 sobre o Mariupol, pelo Campeonato Ucraniano.