O número de mortos devido a um terremoto de magnitude 7,1 que atingiu o centro do México aumentou para 104 na noite desta terça-feira.

O prefeito da Cidade do México, Miguel Angel Mancera, afirmou que pelo menos 30 pessoas morreram na capital, enquanto funcionários do Estado de Morelos disseram que 54 morreram por lá. Ao menos outras 11 pessoas morreram no Estado do Puebla, de acordo com o porta-voz do Departamento de Interior do Estado, Francisco Sanchez. Já o governador do Estado de México, Alfredo del Mazo, disse que pelo menos nove pessoas morreram por lá.

O Serviço Geológico dos Estados Unidos afirmou que o terremoto, cujo epicentro foi próximo à cidade de Raboso, cerca de 123 quilômetros a sudeste da Cidade do México.