Jovem de Medianeira dada como desaparecida estava presa em São Paulo

Logo após a Polícia Civil de Medianeira ser comunicada do desaparecimento de uma jovem, que havia saído de casa no último dia 15/11 e estava sem dar notícias à família há quase uma semana, iniciaram-se as investigações para localizá-la.

Na ocasião, a família procurou a Delegacia para registrar o desaparecimento, e as informações eram de que a jovem teria ido viajar a passeio com um homem, o qual ela teria conhecido pela internet.

Com o início das investigações para descobrir o paradeiro da jovem e do homem, a Polícia Civil de Medianeira acabou por localizá-los. Ambos haviam sido presos no último dia 16/11, na SP-280 – Rodovia Presidente Castello Branco, no município de Itatinga-SP, com 60 kg de maconha, escondidos em fundos falsos de um veículo.

O casal viajava em um veículo Golf com placas de Cambé-PR, quando foi abordado para averiguação por uma equipe do Tático Ostensivo Rodoviário (TOR), da Polícia Militar Rodoviária.

Os policiais desconfiaram que havia algo errado em razão do nervosismo do condutor M.H., de 22 anos, e da passageira C.F.L., de 30 anos e das versões contraditórias na entrevista sobre os motivos da viagem. Isso levou os policiais a fazerem uma revista minuciosa no carro e encontraram a droga escondida em várias partes do veículo, como: dentro do encosto do banco traseiro, no interior de uma caixa de som que estava lacrada e também no para-choque traseiro.

A droga estava dividida em vários tabletes envolta em fita adesiva, totalizando os 60 quilos. A maconha foi apreendida para uma futura incineração e o casal conduzido à delegacia de polícia de Itatinga, para ser indiciado. A mulher foi recolhida junto a cadeia de Porangaba e o homem permaneceu na (cadeia) de Itatinga.