O governador Beto Richa sancionou a Lei Número 19415, de autoria do deputado estadual Paulo Litro (PSDB), presidente da Comissão de Defesa de Direitos da Juventude, da Assembleia Legislativa do Paraná.

A Lei é para concessão de Título de Cidadão Benemérito do Estado do Paraná, ao filósofo, escritor, educador, palestrante e professor universitário Mario Sergio Cortella. “Mario Sergio Cortella é um dos paranaenses que nos dão orgulho. Suas palestras e ensinamentos são muito ricos e didáticos. Ele consegue transformar questões filosóficas complexas em ações que realizamos no dia a dia, e isso, para a juventude é muito importante”, destacou Paulo.

Cortella é nascido em Londrina, graduou-se em Filosofia, chegando a vivenciar uma experiência monástica no convento da Ordem Carmelitana Descalça durante sua juventude. Abandonou a restrita vida de monge para dedicar-se a carreira acadêmica. “Ele é mais um paranaense que merece nosso reconhecimento, entre tantos que nos dão orgulho”, enfatizou Paulo.

Em 1989, Mario Sergio Cortella, concluiu seu mestrado na PUC-SP (Pontifícia Universidade Católica de São Paulo). Já em 1997, concluiu o seu doutorado em Educação, também pela PUC-SP.

Entre 1977 e 2012, Cortella atuou como professor titular Departamento de Teologia e Ciências da Religião, professor convidado pela Fundação Dom Cabral e também na Fundação Getúlio Vargas.

Seu currículo também acumula o cargo de Secretário Municipal da Educação, entre 1992 e 1993, sob a administração de Luiza Erundina, além de membro do Conselho Técnico Científico da Educação Básica da CAPES/MEC entre 2008 e 2010.

Em sua carreira como escritor, Mario Sergio Cortella escreveu importantes obras como: Não nascemos prontos!, Qual é a tua obra?, Política: para não ser idiota, entre outras.