Dez pessoas morreram no feriado prolongado de Natal nas rodovias federais do Paraná, entre sexta-feira (22) e ontem (25). A informação é da Polícia Rodoviária Federal (PRF).

Outras 166 pessoas ficaram feridas. A PRF registrou 185 acidentes no estado, ao longo desses quatro dias de operação.

Todas as mortes ocorreram em situações de pista molhada. Os dois acidentes mais graves ocorreram no sábado (23), na BR-153. Sete pessoas morreram em duas colisões frontais, na mesma rodovia. A primeira ocorreu em União da Vitória, pela manhã, com quatro vítimas mortas. Na segunda, à tarde, outras três pessoas morreram, no município de Porto Vitória.

Entre as dez mortes registradas pela PRF estão as de duas crianças.

Durante o feriado, os policiais rodoviários federais flagraram 84 motoristas dirigindo sob efeito de bebidas alcoólicas, 380 ultrapassagens proibidas e quase 4,1 mil veículos acima da velocidade máxima permitida.

Em 55 abordagens, os agentes da PRF encontraram crianças transportadas sem o equipamento de retenção adequado –bebê-conforto, cadeirinha ou assento de elevação, conforme a idade.

Como em 2016 o feriado de Natal caiu em um domingo, a PRF não recomenda a realização de comparações simples com o ano anterior.

Entre os dias 22 e 25 de dezembro do ano passado, 16 pessoas morreram em rodovias federais do Paraná, 158 saíram feridas e 161 acidentes foram atendidos pela PRF.

Feriado prolongado de Natal nas rodovias federais do Paraná

(22 a 25/dez)

  1. – 10 mortes
  2. – 166 feridos
  3. – 185 acidentes
  4. – 84 motoristas bêbados 
  5. – 55 crianças sem cadeirinha
  6. – 380 ultrapassagens
  7. – 4.082 imagens de radar
  8. – 236 veículos recolhidos