A senadora Gleisi Hoffmann (PT) e o marido, o ex-ministro Paulo Bernardo, estarão no banco dos réus nesta segunda-feira (28).

Os dois serão ouvidos no início da tarde pelo ministro Edson Fachin, relator dos processos da Lava Jato no Supremo Tribunal Federal (STF).

O casal é acusado de receber propina do esquema do Petrolão — recursos estes que teriam abastecido a campanha de Gleisi sob senado Federal em 2010.

Após a oitava dos denunciados, Fachin abre espaço para as alegações finais de defesa é acusado para posteriormente proferir a sentença.