O grupo de pessoas que integram o Movimento dos Trabalhadores Sem Terra-MST, do acampamento Herdeiros da Terra de Primeiro de Maio, continuam em frente à prefeitura de Rio Bonito do Iguaçu, centro-sul do estado.

A manifestação que iniciou na manhã de segunda-feira (23), chama a atenção das autoridades municipais de Rio Bonito para melhorias nas estradas do acampamento, transporte escolar e atendimento médico. Na segunda-feira houve uma reunião entre manifestantes e administração municipal, e as tratativas avançaram.

Nesta quarta-feira (25) haverá uma audiência pública com promotores, prefeitos de Rio Bonito do Iguaçu e da cidade vizinha de Nova Laranjeiras, juntamente com os membros do MST para decidirem sobre o encerramento do movimento.

Os atendimentos como na área da Educação e Agricultura não estão sendo prejudicados.