Uma pescaria não terminou nada bem em Francisco Beltrão, Sudoeste do Paraná, nesta terça-feira (13). Arlindo Fernandes do Carmo, de 61 anos, morreu afogado no Rio Marrecas, interior do município.

O fato aconteceu no Distrito de Nova Concórdia, que fica cerca de 20 Km de Francisco Beltrão. Ele pescava em companhia de um amigo e acabou caindo no rio, por volta das 11 horas da manhã. Como não sabia nadar, o amigo de pescaria caminhou cerca de 5Km para pedir ajuda.

O Corpo de Bombeiros compareceu no local por volta do meio dia e, com ajuda de populares, iniciou as buscas. Por volta das 15 horas, o corpo de Arlindo foi encontrado por populares. Estava enroscado em alguns galhos, distante cerca de 500 metros de onde caiu não rio.

Valacir Liebe Machado foi quem encontrou o corpo. Ele conta que assim que soube do afogamento foi até o rio para ajudar os bombeiros. “Eu estava na cidade, daí quando cheguei em casa minha mãe falou que ele (Arlindo) tinha morrido afogado, ai fui lá pra ajudar. Resolvi descer pela margem e acabei encontrado ele enroscado nos galhos, parecia que estava agarrado com as mãos, mas quando os bombeiros se aproximaram perceberam que somente as roupas estavam enroscadas no galhos”, contou.

O corpo foi removido até a margem para encaminhamento ao IML de Francisco Beltrão. O exame de necropsia vai revelar se Arlindo morreu mesmo afogado ou se foi vítima de um mal súbito. Arlindo residia na comunidade de Nova Concórdia. Amigos que acompanharam a remoção do corpo lamentaram sua morte.