Morreu na tarde desta sexta-feira, 08, a terceira vítima da explosão no frigorífico de Capanema. Roberto Henrique Correia, morreu no Hospital Regional de Francisco Beltrão.

Roberto foi mais uma das vítimas de um acidente de trabalho na terça-feira (05) no frigorífico Dip Frangos.

Na ocasião houve a explosão de um digestor que causou o desabamento de uma estrutura onde estavam os funcionários.

No dia do acidente quatro pessoas sofreram ferimentos, entre elas Roberto Henrique Correa, que com ferimentos graves principalmente nas pernas foi socorrido ao hospital onde acabou vindo a óbito nessa tarde.

O quarto funcionário que sofreu ferimentos graves foi removido ao hospital de queimados de Londrina na manhã de sexta-feira, 05.

No dia do acidente morreram no local Rogerio André Trampusch, de 35 anos e Leoterio Jose Mieczikovski, de 47.

Outros dois funcionários com ferimentos menos graves também foram encaminhados ao hospital.

O corpo de Roberto Henrique Correia foi encaminhado ao IML de Francisco Beltrão.

A empresa Dip Frangos emitiu uma nota de pesar na tarde desta sexta-feira:

“A DIP FRANGO SA lamenta informar a morte do colaborador Roberto Henriques Correia, vítima do acidente que ocorreu na última terça-feira, quando um digestor explodiu. O colega, de 28 anos, atuava como auxiliar de produção desde dezembro de 2016.Por conta desta fatalidade, nossa unidade em Capanema suspenderá as suas operações neste sábado, dia 9.Afirmamos novamente o nosso compromisso em concentrar todos os esforços para prestar toda a assistência necessária aos familiares e colaboradores que foram vítimas bem como aos colegas de trabalho”.

A Direção

DIP FRANGOS SA