O Paraná tem quase 500 casos confirmados de dengue, segundo a Secretaria da Saúde do Estado (Sesa). O novo boletim com números sobre a doença foi divulgado pela pasta nesta terça-feira (14).

São 493 casos confirmados em 97 cidades. Deste total de casos, 71 são importados e 422 autóctones, ou seja, contraídos no local onde se mora.

O atual período epidemiológico começou a ser contado em agosto de 2016.
No começo de fevereiro deste ano, já eram mais de 400 casos confirmados da doença.
Regionais com mais casos

A Regional de Saúde de Maringá, no norte do estado, é a que tem mais casos confirmados: 150. Depois, em segundo lugar, aparece a regional de Londrina, também no norte, com 114 casos confirmados.

Na Regional de Saúde da Cascavel, no oeste paranaense, são 44 casos confirmados, ficando em terceiro lugar.

Na sequência, consta a regional de Paranaguá, no litoral, que tem 35 casos confirmados da doença. Em 2016, Paranaguá viveu uma epidemia da doença, com 30 mortes.
Orientações para evitar a dengue
Confira orientações para prevenir a doença, evitando a proliferação de criadouros do mosquito da dengue:

– Evitar o acúmulo de lixo e entulhos

– Deixar sacolas e recipientes com lixo fechados

– Manter as caixas d’água, galões, tonéis ou tambores sempre vedados

– Remover a sujeira das calhas e ralos

– Não deixar pneus com água e em lugares descobertos

– Deixar garrafas ou baldes com a boca para baixo

– Verificar bandejas de ar-condicionado e geladeiras mantendo-as limpas e sem água

– Colocar areia até a borda nos pratos de vasos de flores e plantas

– Manter vasos sanitários sem uso fechados

– Tratar a água de piscinas e fontes uma vez por semana

– Esticar lonas para não formar poças

– Lavar os recipientes de água dos animais com esponja e sabão