O sangue doado é usado para assegurar um direito primordial, o direito à vida. Sua atitude em doar sangue é a esperança de muitos pacientes que precisam de sangue para continuar vivendo. Como não há substituto para o doador, ele é especial. É preciso que pessoas saudáveis doem regularmente. Cada doador pode salvar até quatro vidas, esse deve ser um motivo de alegria para quem doa sangue e um incentivo para que gesto tão grandioso venha a tornar-se um hábito, o de salvar vidas.”

A doação de sangue

A coleta é feita por pessoal capacitado, sob supervisão de um enfermeiro ou médico, garantindo o bem estar do doador. O ambiente é limpo, confortável e todo material é descartável.

Na coleta é retirado aproximadamente 450 ml de sangue. Esse volume não causa prejuízo nenhum à saúde do doador, ele é reposto rapidamente com ingestão de líquidos e o ferro é reposto através da alimentação. Após a coleta, uma pequena amostra de sangue segue para exames laboratoriais e somente após os resultados, o sangue será liberado para transfusão. Esses resultados estarão à disposição do doador 15 dias após a coleta.

” A Árvore da Vida é aquela que nasce a partir de cada doação de sangue. Todo aquele que doa, compartilha esperança para os que dependem deste ato para continuar vivendo.”