ESPORTES

Alex Borba, de Reserva do Iguaçu para as quadras de basquete de todo o Brasil

15 de julho de 2019

O portal Diário Reservense apresenta mais um personagem da série destaque reservense; Nosso homenageado é o jogador de basquete Alex Altamiro Borba, que atualmente defende o manto do Olímpia, em São Paulo.


Inicio


Reserva do Iguaçu é um pequeno município brasileiro que fica localizado no centro sul do estado do Paraná, e é nessa cidade que começa a história do nosso jovem atleta.


Alex Borba Nasceu no dia 28 de Janeiro de 1991, filho de Filomeno Borba (Tião Borba) e Claudete Pedro, desde pequeno despertou o amor e dedicação pelo esporte. Suas primeiras competições foram nos Jogos Colegiais e também no Jarcans.


O resultado de sua dedicação e esforço se tornou evidente, em pouco espaço de tempo o menino prodígio atuou em mais de 10 times da região, sendo também cestinha em vários campeonatos.


Além do basquete, Alex disputou diversos campeonatos municipais, onde atuou no futebol de campo e também no futsal vestindo a camisa do CCS. Durante sua trajetória no CCS, foi artilheiro, goleiro menos vazado e campeão por dois anos consecutivos.


Buscando inovar e seguir uma carreira profissional mudou-se para outras cidades; Vale destacar sua passagem por Ponta Grossa, Florianópolis, Bebedouro, Barretos e Olímpia.


Trajetória no Basquete


Alex hoje está com 28 anos, mora Barretos, porém nunca se esqueceu de suas raízes, carrega no peito um imenso carinho e amor por Reserva do Iguaçu. Nossa equipe entrou em contato com Alex, o mesmo relatou um pouco de sua caminhada.


“Moro em Barretos, defendo as cores deste do Olímpia Basquete; Aqui em São Paulo já joguei também pelas cidades de Bebedouro e Barretos. Aqui constitui minha família, sou casado, minha esposa se chama Gabriele Borba, dessa união nasceu o pequeno Davi Miguel que é motivo de alegria para toda a família.


Estou em das melhores fases de minha vida, trabalho em uma empresa multinacional francesa chamada Tereos, a empresa é a 2ª maior produtora mundial de açúcar e 3ª maior produtora de açúcar do Brasil. Além de ampla presença na indústria de alimentos, com o fornecimento de açúcares, também produz em larga escala o etanol e a energia elétrica, proveniente da cogeração do bagaço de cana-de-açúcar. Estou me destacando pelo time e tendo média de 30 pontos por jogo ficando na vice liderança de cestinha do campeonato, perdendo apenas para o jogador americano Dwgth Gentry.


Minha família, sem palavras para agradecer, minha mamãe é referência, minha base, meu norte; Ela e meu pai foram os primeiros a acreditar em meu sonho, nunca me abandonaram e fazem de tudo para me ver feliz. Além da família, recebo apoio também de meus amigos, aliás, são muitos. Ter amigos é muito bom, obter conquistas com amigos verdadeiros é melhor ainda. Essa é uma das minhas teorias de vida que carrego desde criança. Digo isso com a certeza de ter os melhores comigo. Dentre eles destaco meu amigo Daniel (Maionese), desde o principio me orientou e ajudou no basquete de Reserva do Iguaçu.


Grandes nomes são consagrados no basquete, mas minha inspiração e admiração são para o jogador Emanuel David Ginóbili, mais conhecido como Manu Ginóbil, que atuava como ala-armador. Defendeu por dezesseis anos a equipe do San Antonio Spurs. É um dos dois únicos jogadores a possuírem títulos da NBA, da Euro Liga e dos Jogos Olímpicos. É considerado por muitos um dos melhores estrangeiros da história da NBA e um dos maiores jogadores latino-americano de todos os tempos. Foi eleito o esportista argentino da década em 2010.


Resumindo, o basquete está no meu sangue, o amor veio pelas oportunidades a vida me proporcionou, de viajar, jogar por várias cidades. Sinto saudade dos meus amigos, do time de basquete de Reserva do Iguaçu, time este que ficou conhecido em varias cidades do Paraná com o comando do professor Pablo. Fomos uma família, viajávamos pra jogos quase todos os fins de semana. Atuei em 15 edições do Jarcans, sinto-me orgulhoso, pois era capitão do time na única vez que Reserva do Iguaçu participou da Liga Paranaense de Basquete.


Desejo que o basquete passe a ser mais valorizado e praticado em Reserva do Iguaçu. Tenho certeza que têm muitos pequenos e pequenas que lá na frente serão motivo de orgulho para nosso município atuando nesta modalidade. Todo mundo tem talento, mas para ir além é preciso muito trabalho.”


 


"Pra que desistir logo agora que esta tão perto? Vai desistir de tudo que passou? De todo esse caminho que você andou? Levante sua cabeça e lute até seu último suspiro, eles podem te derrubar, mas, levante-se e lute para mostrar porque você chegou até aqui ".


Informações - Diário Reservense


Contato Comercial - (42) 9 8821-4782 / limalorival86@gmail.com
PB Agência Web