RESERVA DO IGUAÇU

Secretaria de Saúde de Reserva do Iguaçu alerta que vacinação contra a febre amarela deve ser intensificada

22 de maio de 2020

A Secretaria de Saúde de Reserva do Iguaçu faz um alerta sobre a imunização contra a febre amarela. O alerta é que o vírus da doença ainda circula no município.


 A doença pode ser transmitida pela picada do mosquito infectado. A secretaria  emitiu um alerta para a população sobre a necessidade de tomar a vacina contra a febre amarela. Recentemente muitos moradores relataram a morte de alguns macacos em comunidades reservenses.


"Os macacos não são transmissores do vírus da febre amarela; eles são contaminados pela picada do mosquito, adoecem e morrem. Como este vírus está circulando na forma silvestre, os animais são os primeiros a serem atingidos e acabam funcionando como sentinelas para os humanos. Onde encontramos macacos mortos existe o vírus”, explica o Secretário de Saúde, Jeferson Varnier.


"E, diante desta confirmação, o principal alerta é para a necessidade de que a população tome a vacina que protege contra a febre amarela”, complementa.


A vacinação da febre amarela é recomendada para a faixa etária de nove meses até 59 anos.


Informações - Repórter Lorival Lima/Diário Reservense

PB Agência Web