RESERVA DO IGUAÇU

Prefeito Sebastião Campos determina que Controladoria Interna do Município apure denúncias de servidores que receberam o Auxílio Emergencial

29 de maio de 2020

O Prefeito de Reserva do Iguaçu, Sebastião Campos, determinou à Controladoria Interna do Município que apure a denúncia de que alguns servidores públicos municipais teriam recebido irregularmente o auxílio emergencial do Governo Federal. A denúncia é grave e pode configurar crime de estelionato e falsidade ideológica, bem como afastamento do serviço público.


Apesar disso, há de se tomar cuidado também com a divulgação indevida, o pré-julgamento das pessoas relacionadas, já que levantamentos preliminares apontam que dos 37 servidores, apenas 3 solicitaram o auxílio.


Os demais receberam o dinheiro automaticamente em suas contas, por estarem em um dos 15 cadastros dos programas sociais, como por exemplo: Cadastro Único, Programa Minha Casa, Minha Vida, Bolsa Verde - Programa de Apoio à Conservação Ambiental, Programa de Fomento às Atividades Produtivas Rurais, Programa Brasil Carinhoso, Programa de Cisternas, Pró Jovem Adolescente, Passe Livre para pessoas com deficiência.


Os servidores serão chamados para esclarecimentos e para os devidos encaminhamentos, lembrando que o Ministério da Cidadania já disponibilizou um canal para a devolução dos recursos recebidos de forma indevida:


devolucaoauxilioemergencial.cidadania.gov.br


Informações - Repórter Lorival Lima/Diário Reservense

PB Agência Web