GERAL

Com mais de 87 mil confirmações no estado, três municípios do Paraná permanecem sem nenhum caso do novo coronavírus

08 de agosto de 2020

Enquanto o número de casos confirmados do novo coronavírus no Paraná chegou a 87.915, com 2.244 mortes, três municípios do estado permanecem sem nenhum diagnóstico da doença, segundo boletim da Secretaria de Estado da Saúde (Sesa).





O relatório da Sesa, divulgado nesta sexta-feira (7), mostra que somente os municípios de Boa Ventura de São Roque, Flor da Serra do Sul e Godoy Moreira não tiveram casos confirmados, desde o início da pandemia.




O Paraná possui 399 municípios. Os primeiros casos no estado foram confirmados em 12 de março, e as primeiras mortes registradas no dia 27 do mesmo mês.




Boa Ventura de São Roque





De acordo com registros do governo estadual, Boa Ventura de São Roque, na região central do Paraná, tem 6.411 habitantes.




A secretaria municipal de saúde informou que, mesmo sem casos da doença, publicou sete decretos em prevenção à Covid-19 e montou um comitê de operações emergenciais para tratar do assunto.



Um dos decretos, segundo o município, determinou a obrigação do uso de máscaras. O comércio e serviços não-essenciais também tiveram fechamento determinado.




A prefeitura informou que as aulas municipais foram suspensas e que outras atividades que podem provocar aglomerações foram proibidas.




Hospitais de atendimento




Os hospitais de referência que atendem a população de Boa Ventura de São Roque, caso houvessem as primeiras confirmações de pacientes com diagnóstico da Covid-19 são o Hospital São Vicente, em Pitanga, e o Hospital Bom Jesus, em Turvo.




Ainda conforme o município, havendo necessidade de internamento, os pacientes devem ser encaminhados ao hospital São Vicente, de Guarapuava.





Flor da Serra do Sul





Em Flor da Serra do Sul, cidade do sudoeste do Paraná com 4.645 habitantes, a Secretaria Municipal de Saúde informou que equipes da Polícia Militar (PM) têm atuado na fiscalização para evitar aglomerações de pessoas em vias públicas e no comercio.




Em março, início da pandemia, segundo a secretaria, o município decretou a suspensão de atividades que pudessem gerar aglomerações de pessoas.




Depois, conforme o município, outro decreto determinou o fechamento do comércio considerado não essencial, pelo período de 14 dias. As atividades foram retomadas de forma gradual.




Atualmente, conforme a prefeitura, o comércio está em funcionamento na cidade, com o uso obrigatório de máscara e a disponibilização de álcool gel.




Aulas suspensas




As aulas municipais foram suspensas, de acordo com a prefeitura, com a implantação de atividades escolares não presenciais. A prefeitura informou que disponibiliza materiais e conteúdos pedagógicos previstos na base curricular comum, para o cumprimento da carga horária mínima anual.




Atendimento hospitalar




Em caso de confirmação de diagnósticos do novo coronavírus, a secretaria de saúde informou que os pacientes podem ser encaminhados para o Hospital Regional de Francisco Beltrão ou para o Hospital Santa Rita de Cássia, na cidade de Palma Sola, em Santa Catarina.






Godoy Moreira





O município de Godoy Moreira, na região norte do estado, é o que possui menor população entre as três cidades que permanecem sem casos confirmados. São 2.996 habitantes, segundo o relatório da Sesa.




A Secretaria Municipal de Saúde informou que, mesmo sem casos da doença, o município assinou decretos que determinaram restrições na abertura do comércio, que chegaram até a ter fechamento total aos finais de semana e em dias alternativos.




A prefeitura informou ainda que determinou o uso obrigatório de máscaras nas vias públicas e dentro dos estabelecimentos públicos e comerciais.




Também houve a suspensão das aulas municipais, segundo a secretaria, assim como foi determinado para as aulas da rede estadual.




Orientação e prevenção




Equipes realizaram barreiras sanitárias, com orientação nas ruas de entrada da cidade, entre março e abril. Equipes da área da saúde orientaram a população sobre os cuidados e prevenção contra a Covid-19, inclusive, com anúncios em carro de som.




Em caso de surgimento de um primeiro caso de Covid-19, segundo o município, o atendimento de referência deve ser no Hospital Regional de Ivaiporã.



Fonte: G1.PR



PB Agência Web