A Hidrelétrica Foz do Areia-Usina Governador Bento Munhoz da Rocha Netto- está passando por um processo de modernização de suas turbinas. Neste momento, os trabalhos estão concentrados na terceira das quatro unidades geradoras.


O empreendimento no Rio Iguaçu tem capacidade para produzir 1.676 megawatts e receberá investimentos de R$ 150 milhões. O trabalho deverá ser concluído em 2021 e visa gerar energia com menor consumo de água, mesmo com nível do reservatório baixo.


A barragem de Foz do Areia foi a primeira a ser construída no Brasil em (1980), e a maior do mundo no gênero na época, com 828 metros de comprimento e 160 metros de altura.


A Agência Nacional de Energia Elétrica( ANEEL) autorizou a transferência da concessão da  Bento Munhoz da Rocha Netto da Copel Geração e Transmissão para sua subsidiária FDA Energética S/A. O processo é consequência da separação das atividades da Copel, que deverá privatizar a empresa após a conclusão da operação.


Com Informações: RBJ