GERAL

Família de menor agredido em Palmas clama por justiça

02 de janeiro de 2021

A família do adolescente Alisson Santos de 17 anos, morador na cidade de Palmas, exige justiça pelo ato de covardia feito contra o menor no dia 21 de dezembro. Segundo o delegado, o rapaz de 17 anos que estava vindo para do seu trabalho foi abordado por familiares e amigos de uma menina que teria sido vítima de uma tentativa de estupro no município. Conforme a polícia, o rapaz foi reconhecido por um familiar da vítima e passou a ser espancado pelos familiares que filmaram o espancamento.


De acordo com o delegado, não é possível afirmar que o jovem foi de fato o autor do estupro. “Consta que um rapaz chegou a uma residência para pedir água e, ao perceber que a menina que o atendeu estava sozinha, tentou abusar sexualmente da criança.” O estupro, no entanto, não chegou a ser consumado porque a criança, uma menina de 9 anos, reagiu e gritou por socorro, fazendo com que o agressor fugisse correndo.A família passou a procurar o abusador e teria encontrado este jovem, com 17 anos, que estava utilizando roupas parecidas com a autor do crime. O rapaz foi agredido no Centro de Palmas e ficou bastante machucado, num quase “linchamento”.


A Polícia segue nas investigações e, conforme o delegado Rômulo Ventrela, as pessoas agiram de forma precipitada e irão responder por suas ações, sem falar na possibilidade de terem agido com violência contra um inocente. A mãe do rapaz agredido, dona Simone, disse que seu filho é inocente, “o que fizeram foi uma selvageria, meu filho é inocente e essas pessoas tem que pagar por isso na justiça”.



Quem é Alisson Santos?


Alisson Santos tem 17 anos e reside na cidade de Palmas, tem contrato com o Verê F.C onde atua como jogador de futebol. Seus pais, Juliano e Simone o apoiam e o acompanham em diversos eventos esportivos. O jovem vem de uma família humilde, apesar das dificuldades encontradas o mesmo juntamente com seus pais e irmãos buscam enfrentar os desafios com a cabeça erguida e muita fé. Alisson trabalha como ajudante de pedreiro para ajudar a complementar a renda da família.



O que diz a defesa do menor agredido


O advogado  Victor Dresch que cuida do caso reafirma que o rapaz é inocente e que vai usar todos os meios legais para que os culpados pelas agressões e a mulher responsável pela gravação dos vídeos sejam responsabilizados e paguem pelos seus atos na forma que a lei exige. Em entrevista ao programa Repórter Cidadão da TV Sudoeste de Pato Brancoo advogado falou mais detalhes em relação ao andamento do processo e quais serão as próximas medidas adotadas. Confira:



Com Informações: Lorival Lima - Diário Reservense, Michele Arenza - RPC e Beto Rossati - TV Sudoeste

Últimas notícias
POLICIAL
Polícia Civil investiga morte de jovem em Palmas
SAÚDE
Janeiro Branco destaca a importância da saúde mental para trazer bem estar na atual conjuntura de pandemia
ACIDENTE
Indígena de Mangueirinha é o primeiro no PR a presidir Conselho Tutelar
ACIDENTE
Motorista morre após se envolver em acidente da Serra do Leão na BR-153
ESPORTES
Flamengo perde para Athletico-PR; Internacional dispara na liderança
PB Agência Web