ESPORTES

Athletico bate o Grêmio e fica mais perto do G4 do Brasileirão

28 de novembro de 2019

Em uma boa atuação, o Athletico venceu o Grêmio por 2×0 na noite desta quarta-feira (27), na Arena da Baixada, pela 35ª rodada do Campeonato Brasileiro. A vitória faz o Furacão encostar no adversário na tabela, ambos com 59 pontos, e seguir forte na briga pelo G-4. O saldo de gol gremista é maior que o atleticano.


Com seis mudanças na equipe, em todos os setores, o técnico interino Eduardo Barros manteve sua invencibilidade no comando da equipe. Agora, em cinco jogos, são quatro vitórias e um empate. O Rubro-Negro, ao todo, está há dez partidas sem derrota.


Após um início de mais toques de lado e pouco objetivos, a primeira chance aconteceu em boa troca de passes. Nikão abriu o jogo para Jonathan, que tocou rasteiro para Rony cruzar perto da linha de fundo. Cirino se posicionou bem na área e chutou rente à trave.


Depois disso, aos 10, o time gremista melhorou a marcação, se achou em campo e passou a assustar. Em trama rápida entre Matheus Henrique, Everton e Diego Tardelli, o atacante surgiu livre na intermediária e chutou rasteiro nas mãos de Santos. Alisson, de cabeça, e Everton, em batida cruzada, também assustaram.


O Furacão só foi aparecer novamente em jogada individual de Rony, com 30 minutos, que driblou um adversário e bateu no canto para defesa de Paulo Victor. No lance seguinte, aos 32, saiu o gol rubro-negro.


Márcio Azevedo tabelou com Rony no bico da área, invadiu a área e soltou uma pancada quase sem ângulo – a bola ainda bateu na trave antes de entrar. É o primeiro gol do lateral-esquerdo desde que retornou, no ano passado. Na reta final, Everton e Nikão, em chutes de fora da área, mandaram para fora.


Na volta do intervalo, o Athletico continuou com ímpeto ofensivo e jogando em seu campo de ataque. Porém, quem ficou perto de marcar foi a equipe gaúcha, em cabeçada de Kannemann.
De tanto insistir, depois de tentativas que pararam na zaga gremista, Nikão aproveitou o rebote do cruzamento e chutou no braço de Matheus Henrique. O VAR foi acionado e o pênalti marcado. Nikão bateu forte e alto para marcar.


Rony, sozinho, desperdiçou ótima chance ao bater em cima do goleiro, depois de passe de Cirino. Na sequência, Tardelli fez falta dura na linha lateral em Nikão e acabou expulso direto.
O placar seguro e a vantagem numérica fizeram o Furacão desacelerar um pouco o jogo, que tinha o Grêmio apenas se defendendo para evitar uma derrota mais elástica. Mesmo assim, ainda oferecia perigo. Nikão e Erick arriscaram bons chutes, mas um passou raspando a trave, enquanto Paulo Victor espalmou o outro.


Com 59 pontos e na quinta colocação, o Athletico enfrenta o Ceará no sábado (30), às 19h, no Castelão, pela 36ª rodada do Brasileirão.


BRASILEIRÃO


2º Turno – 35ª Rodada


ATHLETICO 2X0 GRÊMIO


Athletico
Santos; Jonathan (Adriano), Thiago Heleno, Léo Pereira, Márcio Azevedo; Wellington, Camacho (Erick), Lucho González (Léo Cittadini); Nikão, Rony e Marcelo Cirino.
Técnico: Eduardo Barros


Grêmio
Paulo Victor; Galhardo, Geromel, Kannemann e Cortez; Michel, Matheus Henrique e Alisson (Darlan); Luciano (Pepê), Everton e Diego Tardelli.
Técnico: Renato Portaluppi


Local: Arena da Baixada
Árbitro: Bruno Arleu de Araujo (RJ)
Assistentes: Luiz Claudio Regazone (RJ) e Michael Correia (RJ)
VAR: Pathrice Wallace Corrêa Maia (RJ)
Gols: Márcio Azevedo, 32 do 1º; Nikão, 18 do 2º.
Cartões amarelos: Wellington, Camacho, Nikão (CAP); Cortez, Kannemann, Matheus Henrique, Michel (GRE)
Cartão vermelho: Diego Tardelli (GRE)
Público: 21.709
Renda: R$ 572.985,00

PB Agência Web